Online Mind Mapping and Brainstorming

Create your own awesome maps

Online Mind Mapping and Brainstorming

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account? Log In

TEORIA DO FLUXO by Mind Map: TEORIA DO FLUXO
0.0 stars - reviews range from 0 to 5

TEORIA DO FLUXO

Fluxo representa um estado dinâmico e holístico que as pessoas podem vivenciar  numa experiência na qual se sentem com envolvimento total. Em fluxo uma pessoa se sente ligada, experimentando mudanças naturais, com controle total de suas ações, sem se distrair. Entrar em fluxo, ficar engajado numa atividade, é a fonte para uma pessoa ter motivação intrinseca necessária para realizar suas tarefas e assim alcançar os resultados necessários. É afetado pela complexidade do ambiente existente, que pode inibir a sua ocorrência. Podemos caracterizar três  fatores relevantes que são pré-requisitos (precursores) para que uma pessoa alcance esse estado. Podemos dizer que o fluxo é mediado por esses fatores  precursores. É um fator essencial para o efetivo engajamento, o envolvimento numa experiência humana, como um jogo (numa quadra real ou no computador), um curso, uma compra na Internet. Em algumas área tornar-se em fluxo é mais fácil (esportes, artes, música) O autor da Teoria do Fluxo (Csikszentmihalyi) caracterizou ainda seis dimensões do estado de fluxo, que podem ser vistas como indicacões de sua ocorrência (não elementos constituintes do mesmo). Esses fatores ocorrem em diferentes graus em função do tipo de experiência  vivenciada.   Teoria Do Fluxo CSIKSZENTMIHALYI, M. A Psicologia da Felicidade. São Paulo: Saraiva, 1992.

Objetivos Claros

Precursor ou Pré-condição Um objetivo claro  permite às pessoas focar nos aspectos essencias de sua atividade. Por exemplo, no caso de jogos, as pessoas normalmente sabem o que tem que ser alcançado (fazer o maior número de gols) e as regras existentes para tal. Esse é um fator que faz com elas se envolvam de forma significativa nesse tipo de experiência.

Complexidade

Inibidor do fluxo Podemos caracterizar a complexidade em termos da sobrecarga de informação percebida por uma pessoa, o que define o seu grau de dificuldade no entendimento, processamento, interação de uma experiência. A complexidade pode ser percebida por fatores objetivos e reflete aspectos cognitivos individuais. A complexidade tem a ver com Pessoa: sua  experiência anterior, seus conhecimentos,  habilidades e atitudes desenvolvidos anterirmente que possam ser aplicados no caso Tarefa: dificuldade de realização, os graus de liberdade inerentes ao problema a ser solucionado Mídias: a  usabilidade dos meios existentes, do espaço  de realização e a estrutura do próprio resultado,    necessários para a efetivação da  experiência O excesso de complexidade pode diminuir o desafio da pessoa para realizar uma tarefa ( a baxa complexidade também tem esse efeito) e aumentar a necessidade de seu nível  de capacitação. Da mesma forma torna as pessoas perdidas e desorientadas, afetando  a percepção e o alcance dos objetivos existentes. Gera também a necessidade de maior realimentação e auxílio para   o alcance dos fins desejados. Diversos fatores exógenos aos colocados também podem contribuir no aumento da complexidade, como a dificuldade de administração do tempo necessário para a realização da ativiidade, a dificuldade de assumir  posturas baseadas em abertura, autonomia, inovação, até  as distrações existentes no mundo de hoje. Os ambientes a serem criados em especial na web devem ser feitos de forma a facilitar a experiência de seus usuários, promovendo a sua motivação extrìnseca e aproveitando a motivação intríseca..

Realimentação Imediata

Precursor ou Pré-condição Devem existir mecanismos de realimentação claros, rápidos, diretos e personalizados para permitir que uma pessoa sobreponha as sua dificuldades e alcance seus objetivos, o que facilitará sua entrada em fluxo. O auxílio necessário pode vir dos pares que se envolvem na mesma experiência ou de pessoas especializadas nessa tarefa (facilitadores, coachs, tutores, equipes de suporte, helpdesks)

Consciência da Ação

Dimensão ou Indicador do estado de Fluxo Em fluxo uma pessoa fica tão envolvida no que está fazendo que a atividade  torna-se expontânea, quase automática. A pessoa não pensa em si como alguem separado do que está realizando.  

Desafio X Capacidade

Precursor ou Pré-condição Se o desafio existente numa atividade exige da pessoa um nível acima de sua capacidade em termos de conhecimentos e habilidades, ela se  sentirá oprimida e ansiosa. Por outro lado se a atividade é muito fácil, ficará entediada  sem motivação. O desafio e a capacidade existentes deve estar acima do nível de equilíbrio   para que uma pessoa entre em fluxo, caso contrário ficará apática em relação à atividade existente.

Percepção de Controle

Dimensão ou Indicador do estado de Fluxo Uma pessoa em fluxo vivencia um senso de exercício de controle sobre o ambiente, os recursos e o próprio resultado. Isso ocorre de forma natural, não fazendo parte da experîência o desejo de exercer esse controle. O ambiente e a tarefa existente devem favorecer a autonomia para que a pessoa vivencie essa sensação.

Perda da Noção de Tempo

Dimensão ou Indicador do estado de Fluxo Em fluxo uma pessoa sofre um sentimento de transformação do tempo. Sente ou percebe  o tempo passar mais rápido ou devagar.

Perda da Autoconsciência

Dimensão ou Indicador do estado de Fluxo Em fluxo uma pessoa perde temporariamente a auto-consciência, sentindo-se completamente integrada ao ambiente onde realiza a sua atividade, que lhe proporciona enorme sensação de prazer ou satisfação.. A atenção é tão intensa que não existe mais o passado e o futuro, Os outros eventos tornam-se irrelevantes.

Concentração

Dimensão ou Indicador do estado de Fluxo Uma pessoa em fluxo fica com concentração total, focada ou centrada na realização da tarefa que tem nas suas mãos. 

Experiência Autotélica

Dimensão ou Indicador do estado de Fluxo Para uma pessoa em fluxo a sua atividade é um fim em si mesma. Uma atividade é autotélica se a sua finalidade é ela mesma. Realizar a atividade presente é o que importa. As consequências advindas serão naturalmente produto desse esforçao.