Online Mind Mapping and Brainstorming

Create your own awesome maps

Online Mind Mapping and Brainstorming

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account? Log In

A evolução das eras da internet by Mind Map: A evolução das eras da internet
0.0 stars - 0 reviews range from 0 to 5

A evolução das eras da internet

Este é um mapa conceitual sobre as evoluções das eras da internet.

Web 1.0

A web foi inventada em 1989 para que pessoas e organizações (no início órgãos militares norte-americanos e Universidades) compartilhassem informações na forma de documentos hipertextos. Com o passar do tempo foram desenvolvidas ferramentas para facilitar a pesquisa, a realização de jogos, a divulgação de serviços e produtos. A base eram os conteúdos centralizados pelos seus autores com canais de distribuição unilaterais, o que era facilitado pelas transações permitidas pela rede.

Informações

Empurrada

Inicial

Web 3.0

Focada  na conexão com conhecimento com alguma conectividade social mas com crescente  conectidade com o conhecimento e raciocínio, usando mecanismos inteligência artificial , tesauros, taxonomias, web robots.

Conecta conhecimento

Semântica

  De acordo com a necessidade de uma Web semântica, a comunidade de usuários, incluindo organizações voltadas para padrões, como a Worl Wide Web Consortium (W3C), tem investido na especificação, desenvolvimento e implementação de linguagens para compartilhamento de significado, visando a interoperabilidade semântica.

Dados vinculados

web X.0

Existe uma grande  indefinição de como será a evolução da Internet nas próximas décadas. Com a mania de dar rótulos alguns antecipam os possíveis estágios de evolução chamando-os de Web 4.0, Web 5.0 e assim por diante. Dai uma das razões do nome Web X.0. Hoje vemos alguns sintomas do que será essa nova Internet, algumas tecnologias que serão mais exploradas no futuro já existem hoje.

Conexão com a inteligência

A Web x.0 é a focada na conexão com a inteligência com envolvimentos crescentes com conhecimento e raciocínio da mesma forma com o social, baseadas em tecnologias e aplicações inteligentes que combinem e movam os dados sociais e semânticos além da própria web, colando-as nas mãos e na vida do dia a dia das pessoas.

A Web Ubiqua

A Web das Coisas

A expansão da chamada Web das Coisas: que amplia a ligação da rede com o mundo físico. Ela tem a ver com mobilidade, localização e com próprios átomos. Os dispositivos móveis (celulares, smartphones, tablets) estão ampliando sua capacidade de processamento e facilidade de acesso. Com os mesmos as aplicações são contextualizadas em ambientes físicos específicos (geo-localização), criando hipercontextos nos quais podemos navegar e interagir diretamente com pessoas ou objetos. Podemos adicionar dados (como URLs ou identificadores de rádio frequência) aos objetos, chegando até a anexá-los ao corpo de pessoas e animais, propiciando assim a conexão da web ao mundo real. A ligação pode ser feita através das próprias imagens. Apontando o celular para um jogo de Soduku em um jornal a resolução pode aparecer na tela do mesmo.

Web 2.0

  Um termo muito usado pelos aficionados pela internet é também por técnicos e desenvolvedores de conteúdo da blogsfera é a web 2.0. O termo se refere às página web cuja importância se deve principalmente a participação dos usuários.Este conceito está em oposição a “web 1.0”que foi criada retroativamente só para classificar as limitações que caracterizam os primeiros passos da internet.

Conecta pessoas

Compartilhada

Participativa