Alimentação adequada em cada fase do desenvolvimento

Update your tasks and set your priorities for the next week

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Alimentação adequada em cada fase do desenvolvimento by Mind Map: Alimentação adequada em cada fase do desenvolvimento

1. No Escolar (7 a 10 anos)

1.1. As necessidades nutricionais

1.1.1. são mais elevadas mais elevadas

1.1.1.1. Devido a

1.1.1.1.1. Maior atividade física

1.2. Nesta dase é importante

1.2.1. A merenda escolar

1.3. Deve-se seguir

1.3.1. O padrão alimentar da familia - se adequado

1.3.1.1. . Deve conter proteínas, gorduras, carboidratos, minerias e fibras

1.4. Deve-se evitar

1.4.1. Gulosiemas em excesso

1.5. Deve-se ter

1.5.1. Cuidado com ingestão calórica excessiva

1.5.1.1. Para

1.5.1.1.1. Evitar obesidade

1.6. Nesta fase há

1.6.1. Consolidação do hábito alimentar

1.7. É muito importante

1.7.1. Manter consumo do leite e derivados

2. No Adolescente (10 a 19 anos)

2.1. Ocorre a repleção

2.1.1. Logo

2.1.1.1. O apetite

2.1.1.1.1. Pode estar aumentado

2.2. Há o estirão do crescimento

2.3. Ocorre

2.3.1. Início da transformação puberal

2.4. Ocorrem muitas mudanças no organismo

2.4.1. Assim

2.4.1.1. A alimentaçao tem papel muito relevante nessa fase do crescimento

2.4.1.1.1. . Deve conter proteínas, gorduras, carboidratos, minerias e fibras

2.4.1.1.2. Deve-se ter atenção à oferta de minerais

2.5. É muito importante

2.5.1. Manter consumo do leite e derivados

3. No Pré-escolar (2 a 6anos)

3.1. Continua a formação do hábito alimentar

3.1.1. É importante

3.1.1.1. Evitar excesso de guloseimas

3.2. O apetite/consumo de alimentos é variado

3.2.1. A alimentaçao

3.2.1.1. deve ser saudável e balanceada, seguindo padrão da familia, se adequado. Deve conter proteínas, gorduras, carboidratos, minerias e fibras

3.2.2. As refeições e lanches

3.2.2.1. Devem ser em horários fixos, com intervalos suficientes para que a criança sinta fome na próxima refeição

3.3. Ocorre

3.3.1. Primeiro estirão do crescimento

3.3.1.1. Criança pode apresentar

3.3.1.1.1. Aparência magra

3.4. É muito importante

3.4.1. Manter consumo do leite e derivados

4. No Lactente

4.1. Até o 4º ou 6º mês

4.1.1. Deve ser:

4.1.1.1. Aleitamento materno exclusivo

4.1.2. Se a mãe não puder amamentar

4.1.2.1. Tem-se

4.1.2.1.1. Leites de fórmula

4.1.2.1.2. Ou: Leite de vaca

4.2. A partir do 4º mês

4.2.1. Pode-se

4.2.1.1. Introduzir frutas amassadas ou suco de frutas

4.2.2. Se houver introdução de algum alimento deve-se iniciar

4.2.2.1. Suplementação de ferro (profilático)

4.2.2.1.1. Dose:1 mg de ferro elementar/kg peso/dia se RN a termo, AIG

4.2.2.1.2. OBS: RN pré-termo ou PIG: início da suplementação a partir do 30° dia de vida. 2 mg de ferro elementar/kg peso/dia.

4.3. A partir do 6º mês

4.3.1. Indica-se

4.3.1.1. Introdução da primeira papa salgada

4.3.1.1.1. Deve conter:

4.4. Do 6º ao 7º mês

4.4.1. Indica-se

4.4.1.1. Introdução da segunda papa salgada

4.4.1.1.1. Deve conter

4.5. Do 9º ao 11º mês

4.5.1. Deve-se

4.5.1.1. Gradativamente passar para a comida da família

4.6. No 12º mês

4.6.1. Criança já pode comer a mesma comida da família

4.7. No 2º Ano de vida

4.7.1. A criança já come

4.7.1.1. Refeições de sal semelhantes às dos adultos, contendo proteínas, gorduras, carboidratos, minerias e fibras

4.7.2. A criança deve ser estimulada a comer sozinha

4.7.3. Há redução do ritmo de crescimento

4.7.4. Importante informar aos pais que

4.7.4.1. Criança deixa de acumular gordura no tecido celular subcutâneo - perde aspecto de bebê roliço

4.7.5. Começa a formção do hábito alimentar

5. Por: Jordânia Alkmim Jordão

6. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - DISCIPLINA MEDICINA GERAL DE CRIANÇAS I, Prof. Cássio Ibiapina/ OFICINA DE MAPAS CONCEITUAIS, Tutoras: Michele Lopes da Silva e Ana Carolina Celina da Rocha