Sistemas de Informação - ERP e SCM

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Sistemas de Informação - ERP e SCM by Mind Map: Sistemas de Informação - ERP e SCM

1. Conceitos

1.1. Sistemas de informação

1.1.1. ERP

1.1.1.1. Evolução histórica

1.1.1.1.1. 60'- Bill of Materials - Automatizada

1.1.1.1.2. 70'- MRP - Material Requirements Planning

1.1.1.1.3. 80'- MRPII - Manufacturing Requirements Planning

1.1.1.1.4. 90'- ERP - Enterprise Resource Planning

1.1.1.2. O que é?

1.1.1.2.1. É um Sistema de Gestão Empresarial. Está fortemente relacionada com aspectos transacionais e de execução de atividades operacionais, servindo como base para uma série de aplicações de apoio à decisão (SCM). *link ---> vídeo

1.1.1.3. Qual o objetivo?

1.1.1.3.1. Atuar como um sistema transacional, solucionando problemas com a ausência de integração entre atividades logísticas.

1.1.1.4. Quem deve utilizar?

1.1.1.4.1. Empresas que operam com diversos sistemas diferentes e que não possuem uma gestão integrada.

1.1.1.5. Custos

1.1.1.5.1. Os custos com aquisição e implementação destes pacotes variam, em geral, entre R$ 400 mil e R$ 20 milhões. Estes valores dependem principalmente do tamanho da empresa (número de usuários e instalações) e de sua operação (módulos escolhidos do sistema).

1.1.2. SCM

1.1.2.1. O que é?

1.1.2.1.1. Supply Chain Management (SCM), são ferramentas de apoio à decisão que integra informações da daceia de suprimentos, tais como: previsão da demanda, otimização da rede logística, planejamento de transporte, planejamento e sequenciamento da produção, entre outras.

1.1.2.2. Qual o objetivo?

1.1.2.2.1. Possibilitar ao usuário o controle de diversas funções logísticas simultaneamente, permitindo com isso, analisar os trade-offs existentes.

1.1.2.2.2. Além disso, possui uma abrangência que ultrapassa os limites da empresa, ou seja, integra-se também aos outros membros da cadeia de suprimentos, tais como: indústrias, atacadistas/distribuidores e varejistas, além de prestadores de serviços logísticos.

2. Vídeos sobre os Sistemas de Informação na logística.

2.1. Exemplo de uma empresa que oferece a solução ERP - Senior

2.2. Case de Sucesso na implementação de ERP

2.3. O que é ERP?

3. Importância

3.1. Atualmente, três razões justificam a importância de informações precisas e a tempo para sistemas logísticos eficazes.

3.1.1. Os clientes percebem que informações sobre status do pedido, disponibilidade de produtos, programação de entrega e faturas são elementos necessários do serviço total ao cliente;

3.1.2. Com a meta de redução do estoque total na cadeia de suprimento, os executivos percebem que a informação pode reduzir de forma eficaz as necessidades de estoque e recursos humanos. Em especial, o planejamento de necessidades que utiliza as informações mais recentes, pode reduzir o estoque, minimizando as incertezas em torno da demanda

3.1.3. A informação aumenta a flexibilidade permitindo identificar (qual, quanto, como, quando e onde) os recursos que podem ser utilizados para que se obtenha vantagem estratégica.

3.2. Exemplo de sucesso

3.2.1. A Souza Cruz conta com uma frota de 900 veículos para atender cerca de 200 mil clientes em todo o Brasil. Uma das ferramentas que utiliza para superar este desafio logístico é um Roteirizador, software que tem como finalidade auxiliar na obtenção da melhor rota para cada entrega. Com isso, seus veículos atingem uma eficiência de 99% e fazem em média 43 entregas por dia

4. Relação com outras disciplinas

4.1. O sistema ERP é responsável por integrar as informações de todos os módulos da empresa. Os seguintes setores (e seus respectivos processos) devem ser suportados pelo sistema ERP

4.1.1. Recursos Humanos

4.1.1.1. O módulo de Recursos Humanos oferece uma gama de informações relativas aos custos e performances dos funcionários, permitindo que gerentes de Supply Chain possam relacionar despesas relacionadas aos funcionários ao serviço customizado.

4.1.1.1.1. Planejamento de pessoal

4.1.1.1.2. Performance pessoal

4.1.1.1.3. Folha de pagamento

4.1.1.1.4. Alocação de recursos humanos

4.1.2. Marketing

4.1.2.1. Esse módulo monitora as estimativas, previsões e principalmente os resultados de vendas da empresa, oferecendo relatórios importantes para verificar trade-offs existentes

4.1.2.1.1. Avaliação de vendedores

4.1.2.1.2. Planejamento de vendas

4.1.2.1.3. Gerenciamento de vendas

4.1.2.1.4. Estimativas

4.1.3. Finanças

4.1.3.1. Esse módulo incorpora todas as transações necessárias para manter a firma contabilmente e financeiramente. Facilitando a produção de balanços e DREs por divisão, por região ou para a organização como um todo.

4.1.3.1.1. Custos

4.1.3.1.2. Gerenciamento e previsão de caixa

4.1.3.1.3. Contabilidade

4.1.3.1.4. Contas a receber e a pagar

4.2. O ciclo do pedido transocorre por várias disciplinas

4.2.1. Compra da mercadoria

4.2.1.1. Atualização do estoque

4.2.1.1.1. Contas a pagar

4.2.1.2. Atualização do fluxo de caixa

5. Exemplo de aplicação prática

5.1. Pergunta retirada do livro Supply Chain Logistics Management - Bowersox, Closs, Cooper - Chapter 7

5.1.1. 2 - Compare e contraste o papel dos sistemas de ERP e sistemas de execução de logística.

5.1.1.1. Possível resposta: O papel do ERP é facilitar a transação das informações entre os diferentes módulos de uma empresa, através da integração dessas informações em um único sistema. Enquanto os sistemas de execução oferecem funções específicas para suportar as operações logísticas. Para que uma empresa tenha uma integração eficiente é importante que esses dois sistemas estejam trabalhando simultaneamte e alinhados.

6. Bibliografia

6.1. http://www.infowester.com/erp.php

6.2. Sistemas ERP como instrumento de integração entre as disciplinas de um curso de graduação em Engenharia de Produção - Enegep 2004

6.3. A IMPORTÂNCIA DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA A COMPETITIVIDADE LOGÍSTICA - Paulo Nazário

6.4. Bowersox Cap. 5

7. Relação com outros itens de Logística

7.1. ERP

7.1.1. Por ser um sistema transacional, deve estar atento a todas atividades e eventos pertencentes ao seguinte conceito da Logística:

7.1.1.1. Ciclo do pedido

7.1.1.1.1. Todas as atividades e eventos pertencentes a este ciclo devem ser processados: entrada de pedidos, checagem de crédito, alocação de estoque, emissão de notas, expedição, transporte e chegada do produto ao cliente.

7.1.1.1.2. Informações sobre tais atividades/eventos, devem estar prontamente disponíveis, visto que o status do pedido é uma questão cada vez mais necessária para um bom serviço ao cliente.

7.2. SCM

7.2.1. Essa ferramenta de apoio à decisão deve agregar informações confiáveis sobre os seguintes itens da Logística, com o objetivo de analisar os trade-offs, uma vez que vistos de forma clara, organizada e integrada

7.2.1.1. Previsão de demanda

7.2.1.2. Otimização da rede logística

7.2.1.3. Planejamento de transporte

7.2.1.4. Planejamento e sequenciamento da produção

8. Outras Informações

8.1. Principais empresas fornecedoras de Softwares

8.1.1. ERP

8.1.1.1. SAP

8.1.1.1.1. Líder de mercado

8.1.1.1.2. 38% de vendas no Brasil

8.1.1.2. Datasul

8.1.1.2.1. 23% dos clientes do mercado

8.1.2. SCM

8.1.2.1. Magnugistics

8.1.2.2. Caps

8.1.2.3. i2 Technologies

8.2. Tendências

8.2.1. Crescimento do mercado

8.2.1.1. A maioria das empresas brasileiras não possuem sistemas totalmente integrados. Além disso, as organizações que implementaram um sistema ERP começam a desfrutar e quantificar os benefícios de uma gestão integrada, propagando ainda mais a idéia que este tipo de solução é altamente benéfica.

8.2.2. Funcionários cada vez mais qualificados

8.2.2.1. Com uma maior difusão de sistemas ERP, existirá um favorecimento para alavancar as operações logísticas, baseado principalmente na aquisição de softwares de apoio à decisão, bem como de SCM Applications