Create your own awesome maps

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account?
Log In

Objetivos do Sistema by Mind Map: Objetivos do Sistema
0.0 stars - 0 reviews range from 0 to 5

Objetivos do Sistema

Os objetivos podem ajudar no problema da identificação dos casos de uso, permitindo ainda a análise dos requisitos do software.

Patterns

Objetivos de Obtenção

Algumas propriedades nem sempre prevalecem, por exemplo, "Somente depois da entrega de um pedido, o sistema envia uma fatura para o cliente"  

Objetivos de Término

Requerem que algumas propriedades  eventualmente não prevaleçam, por exemplo, "Depois que uma conta devida seja paga na sua totalidade, o sistema deve parar de enviar notificações de cobranças ao cliente."

Objetivos de Manutenção

    Requerem  que alguma propriedade sempre prevaleça, por exemplo, "O sistema deve sempre registrar o nível atual de estoque de  cada produto."

Objetivos de Não Ocorrência

Requerem que algumas propriedades nunca ocorram, por exemplo, "Um usuário não autorizado nunca deve acessar qualquer conta de um cliente."

Modelagem Orientada a Objetivos

Objetivos são usados de muitas  maneiras para analisar sistemas de software [Kavakli 2000]. Podem as vezes se chamados de funcionalidades. Embora os objetivos sejam amplamente reconhecidos como importantes, a sua utilização na modelagem baseada em objetos é rara, particularmente, nas metodologias baseadas na  UML. Um requisito existe devido a algum objetivo subjacente que fornece uma base para o mesmo [Dardenne 1991, Sommerville 1997]; objetivos  representam as raízes para a detecção de conflitos entre requisitos e para a resolução  eventual dos mesmos [Robinson 1989, van Lamsweerde 1998]. Requisitos "implementam" objetivos da mesma forma como programas implementam especificações de projeto. Assim sendo, um software satisfaz requisitos, que satisfaz casos de uso, que satisfazem funcionalidades, que satisfazem necessidades dos usuários.

Atribuir requisitos não-funcionais a objetivos

Acompanhar o projeto pelos objetivos

Obter requisitos diferentes a partir do não alcance dos objetivos

Utilização de objetivos associados a design das suas realizações

Casar objetivos do usuário com conceitos operacionais

Método para obter especificações com UML a partir de objetivos

Eliciar o contexto do sistema

Informações sobre o sistema proposto, e de seu contexto, são adquiridos por meio de entrevistas, coleta de documentos, observação, etc

Definir os objetivos do sistema

Baseado no contexto do sistema,  um analista define os objetivos do sistema.

Derivar requisitos

Objetivos  são refinados ao nivel de requisitos.

Derivar casos de uso

Casos de uso organizacionais, de sistema e de baixo nível  são derivados a partir dos requisitos.

Derivar modelos UML

Outros modelos UML, tais diagramas de classe e seqüência, são derivados dos requisitos  ou casos de uso

Benefícios dos Objetivos no Método UML de análise

Abstração

Objetivos  proporcionam descrições de alto nível, funcionais e não funcionais, descrições  compreensíveis   do “o que”  o sistema deve fazer, sem a complexidade de descrever como o sistema funciona [van Lamsweerde 2001].

Direção

Objetivos fornecem aos analistas uma checklist de atividades a completar [Sommerville 1997, Yue 1987].

Rastreabilidade

Objetivos fornecem uma ponte ligando os pedidos das partes interessadas (stakeholders) às  especificações do sistema [Robinson 1990, Robinson 1998].

Análise

Objetivos fornecem um meio para analisar o sistema antes da sua construção. Tal análise é importante, e inclui: análise de conflitos [Robinson 1994, van Lamsweerde 1998] e de cobertura  [Yue 1987].

Definição e Refinamento de Objetivos e Requisitos

A definição dos objetivos pelos analistas surge a partir da necessidade dos stakeholders. Dos objetivos levantados definem-se os requisitos, que são detalhes dos objetivos que restringem o software. Para um analista, o refinamento dos objetivos deve parar quando as descrições dos objetivos   não mais se referem às  propriedades do domínio . Após esse ponto, o desenvolvimento se move da  análise para a fase de design (projeto).  Evidentemente, um projetista pode desejar refinar os objetivos como um meio para descrever o funcionamento interno do sistema.

Hierarquia de objetivos

Para definir uma  hierarquia de objetivos, um analista precisa de pelo menos um objetivo inicial e duas perguntas: como? e porque? Em seguida, o analista seleciona um objetivo e pergunta: "Como pode este objetivo ser satisfeito ?" e "Por que é que isto é um objetivo do sistema?" As perguntas "Como" detalharão os objetivos em sub-objetivos; o que  expande a hierarquia de forma descendente através da introdução de objetivos que são mais especializados. Geralmente, um objectivo G, pode ser satisfeito por uma  conjunção de sub-objetivos: G1 e G2 e ... Gn. Claro, pode haver mais do que uma maneira de satisfazer um objetivo. Assim, um objetivo G, pode ser satisfeito pela disjunção de sub-objetivos: G1 ou G2 ou ... Gn. Respondendo a pergunta "Por que" expande a hierarquia na direção oposta, com a introdução de objetivos que são mais abstratos.

Patterns Básicos de Refinamento

Quanto mais detalhes  específicos  fornecidos,  maior a hierarquia dos objetivos relativa à descrição operacional necessária aos projetistas de software  e programadores.

Disjunção {ou}, Básica

Conjunção {e}, Básica, Marco, Baseada em casos