PÓS-PRODUÇÃO

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
PÓS-PRODUÇÃO by Mind Map: PÓS-PRODUÇÃO

1. Muda o "fazer" do cinema em diferentes escalas

1.1. Construções da Pós-produção

1.2. Cinema Hollywoodiano

1.2.1. Pós-produção latente

1.2.2. Percepção do Espectador

1.2.3. Novas estruturas tecnológicas e de linguagem

1.2.4. A pós não é só parte do processo - está no topo da cadeia

1.2.5. Exemplos de filmes

1.2.5.1. Benjamin Button

1.2.6. Filmes que só são possíveis pelo ponto onde a tecnologia está

1.2.6.1. Mas a tecnologia é desafiada pelos realizadores

1.2.6.1.1. Soluções criadas pelo Cinema

1.2.7. Criação de narrativas diferenciadas

1.2.7.1. Onde isso começa?

1.3. Cinema Independente

1.3.1. Modificações nos pequenos produtores

1.3.2. Acesso às ferramentas

1.3.2.1. as mesmas ferramentas dos grandes realizadores estão "em casa"

1.3.3. Alto nível/qualidade de realização e representação

1.3.4. Ele se "mixa" no universo hollywood

1.3.5. Imagens de alta qualidade

1.3.5.1. Equipamentos "prosumer"

1.3.6. Acesso e esclarecimento sobre os PROCESSOS da Pós produção

1.3.7. Modificações na imagem pré-filmada

1.3.8. Possibilidades advindas do cinema completamente digital

2. O QUE É PÓS-PRODUÇÃO?!

3. Não é mais uma etapa > é o processo em si!

3.1. Caminho da ideia à exibição

3.2. Quais são as etapas?

3.3. Primeiros experimentos

3.3.1. Captura > exibição

3.4. Lumiere x Melies

3.4.1. Registro

3.4.2. Magia / manipulação

3.5. Manipulação do registro

3.5.1. Montagem

3.5.2. Coloração

3.6. Perspectiva histórica

3.6.1. O que era

3.6.2. Como é hoje?

3.7. Quais são os processos?

3.8. Montagem

3.8.1. Seria a montagem um processo de pós-produção?

3.9. Mais manipulação ainda...

3.9.1. Marcação de luz

3.9.1.1. Digital intermediate

3.10. O cinema de pós-produção ainda está mais estabelecido

3.11. A pós-produção passa a ser obrigatória

3.12. A pós-produção dita o processo de produção

3.12.1. exemplo Life of PI - Ang Lee

3.12.2. Existencia dos PREVIZ

3.12.3. Exemplo sim city

3.12.4. Hobbit / Senhor dos Anéis

3.13. Influência da pós-produção enquanto possibilidade criativa

3.13.1. pode influenciar até mesmo o momento do roteiro

3.14. Uma filtragem ainda maior do que é entregue ao espectador

3.14.1. Registro

3.14.2. Montagem

3.14.3. Manipulação

3.15. Referência do Dogma 95

3.15.1. exemplo da não pós-produção / manipulação

3.15.2. aspecto interessante...

3.15.2.1. ele estimula a maneira como os pequenos realizadores realizam hoje em dia

3.16. O Filme pode ser montado antes de ser filmado

3.16.1. Previz

3.17. O QUE É O PROCESSO?!

4. Pós-Produção ≠ Efeitos Visuais

4.1. os efeitos visuais tb são pós-produção

4.1.1. mas são apenas 1 etapa

4.2. a pós é muito mais do que isso

4.3. uma informação básica mas importante

4.4. os efeitos visuais são mais facilmente assimilados e percebidos

4.5. existem todas as outras etapas

4.6. importante definir o que é pós-produção

4.7. todo uso relativo a um material já criado

4.8. pós-produção nas artes

4.8.1. instalações..

4.9. seria a montagem o primeiro passo da pós-produção?

4.10. queremos nos afastar do recorte unitario dos efeitos visuais

4.11. recorte: a pós produção modificando o fazer do cinema

4.12. e a pós-pós-produção?

4.12.1. a apropriação

4.12.1.1. uma cultura remix?!

5. Arte x Tecnologia | Arte + Tecnologia

5.1. As relações da Arte e Tecnologia

5.2. Um processo técnico, mas também um processo artístico

5.3. Criação com Imagens Síntese

5.4. Tecnologia de ponta

5.5. Essência artística

5.6. Correção de cor

5.6.1. direção de fotografia

5.6.1.1. essencia artística da pintura

5.7. Desenho de som

5.7.1. composição sonora musical

5.7.1.1. referência da música concreta

5.7.1.1.1. reapropriação

5.8. Um processo de COMPOSIÇÃO

5.9. Composição de imagem

5.9.1. figura e fundo

5.10. Perspectiva

5.10.1. 3D

5.11. Arte somada à tecnologia

5.12. Uma arte digital

6. Revisão na "Gramática Fílmica"

6.1. O processo de pós-produção demanda o acréscimo de elementos para a gramática do filme

6.2. Os elementos essenciais da gramática filmica foram escritos nos primeiros 30-40 anos do Cinema

6.3. Hipótese: O atual estado da arte da pós-produção demanda uma revisão a acréscimos à gramática fílmica

6.4. Como esses elementos são pensados no momento da criação / roteiro?

6.5. Referências da linguagem do cinema

6.6. Deleuze,

6.6.1. Imagem-Tempo

6.6.1.1. Imagem-Movimento

6.7. Referencias Flusser

6.7.1. Caixa Preta

6.7.1.1. O Mundo Codificado

6.8. Morin

6.8.1. Cinema ou o homem imaginário

7. Cinema Película x Cinema Digital

7.1. Referencia - Filme Side by Side

7.2. Momento atual do cinema

7.3. A película sumindo e o digital assumindo

7.4. O Cinema película + digital

7.5. O cinema totalmente digital

7.6. As câmeras de cinema digital criam imagens para a pós-produção

7.7. As possibilidades da realização no digital

7.7.1. importante para o cinema independente e até universitário

7.7.2. cria possibilidades inimagináveis ao que tinhamos há alguns anos

7.7.3. o processo como um todo nas mãos dos realizadores

7.8. As possibilidades das super-produções digitais

7.8.1. menor custo e mais agilidade

7.8.2. previz

7.8.2.1. muda as próprias atitudes de set

7.9. O que muda no processo de pós-produção?

7.10. Quais os benefícios e problemas?

8. Narrativas Imaginárias - Dionisíacas x Hefaísticas

8.1. Narrativas Dionisíacas

8.1.1. O cinema

8.2. Narrativas hefaísticas

8.2.1. a pós-produção

8.3. aproximações ao imaginário

8.4. criação de novas narrativas

8.5. a pós-produção da apropriação

8.6. Pesquisar e reler o texto da Selma in Mídia e Imaginário

9. Experiência do Cinema Modificada (espectadores e mercado)

9.1. a experiencia do cinema modificada pela pós-produção

9.2. tecnologia de exibição vinculada à pós-produção

9.3. Primeiros sistemas diferenciados

9.3.1. listar...

9.3.2. terremoto

9.3.3. fantasound

9.4. uma experiência diferenciada

9.4.1. uma experiencia diferente da caseira

9.5. a corrida cinema x televisão

9.5.1. tecnologias muito mais próximas

9.6. novas possibilidade para a experiência dentro da sala de cinema

9.7. possibilidades

9.7.1. projeção em alta definição

9.7.2. sistemas de som

9.7.3. sistemas de movimentos

9.7.4. aromas

9.7.5. temperatura

9.7.6. seria um filme videogame?

9.8. como a pós-produção é capaz de mudar a experiência dentro da sala

9.9. a pós-produção se tornando física

9.10. A sala de cinema - o TEMPLO da experiência cinematográfica

9.11. a pós-produção não é um acessório - é um elemento construtivo da narrativa vivenciada

10. Novas Telas - Novas Realizações e Realizadores

10.1. o processo de abertura do cinema digital e da pós-produção

10.2. novos realizadores utilizando essas ferramentas para contar histórias

10.3. carta Martin Scorcese

10.4. Cinema e filmes com baixo orçamento

10.4.1. alta qualidade

10.4.1.1. uma realidade

10.5. as novas telas...

10.5.1. a internet

10.5.1.1. os devices

10.6. os novos formatos

10.6.1. séries

10.6.1.1. clipes

10.6.1.1.1. games

10.7. os realizadores se apropriam das possibilidades do digital e da pós-produção para consolidarem suas narrativas

10.8. a pós-produção está dentro desse processo