DESDE A SOCIEDADE 1.0 ATÉ A SOCIEDADE 3.0

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
DESDE A SOCIEDADE 1.0 ATÉ A SOCIEDADE 3.0 by Mind Map: DESDE A SOCIEDADE 1.0 ATÉ A SOCIEDADE 3.0

1. SOCIEDADE 1.0

2. sociedade agrária e posteriormente industrial

2.1. sociedade agrária e posteriormente industrial

3. As crianças aprendiam e trabalhavam em casa

3.1. Neste contexto as crianças não somente contribuíam, positivamente para a economia, mas que essa relação criança-adulto favorecia a aprendizagem mútua

4. As empresas familiares constituíam a base da atividade econômica.

5. As crianças começaram a desempenhar trabalhos precários, muitas vezes até mesmo perigosos

5.1. Com a chegada da economia industrial, aumentaram tanto os salários como a proporção de empresas que funcionavam mediante contratação de mão de obra assalariada

6. “aprender fazendo”

6.1. partia do princípio de que ao ensinar ideias e habilidades aos mais jovens e estes os transmitiriam a seus pais

7. SOCIEDADE 2.0

7.1. O surgimento da sociedade 2.0 se associa com a aparição da sociedade do conhecimento, cuja materialização tem lugar no século XX

7.2. Os avanços das tecnologias da informação e da comunicação facilitaram a produção global de significados socialmente construídos.

7.2.1. Muitos destes avanços têm surgido graças a convergência de Internet

7.3. proveito das TIC não só para compartilhar ideias, mas também para gerar novas interpretações

7.3.1. O hip-hop é um exemplo significativo deste paradigma cultural que mescla e reutiliza sons, letras e imagens já existentes para dar lugar a significados tão exclusivos e pessoais como os das obras originais onde foram baseados.

7.4. Outro exemplo são os produtos criados com ferramentas “Web 2.0”

7.4.1. Um exemplo claro encontramos nas mensagens do Twitter ou mensagens de celulares que, com um espaço máximo de 140 caracteres – ou as vezes ainda menores, obrigam aos usuários a escrever mensagens claras e concisos.

7.5. A disponibilidade massiva destas ferramentas permite que qualquer um tenha a opção de participar em incontáveis trabalhos ou interesse do cidadão.

7.5.1. Os blogs, Twitter e YouTube são algumas das ferramentas que têm facilitado a aparição do jornalismo cidadão.

7.6. Advanced

7.6.1. A tecnologia favorece também a democratização dos mercados e gera cidadãos capitalistas que investem no mercado global de ideias, talentos, produtos e outros tipos de capitais.

7.6.1.1. Set transitions for your slides

7.6.1.2. Click "Start Slideshow" to view your presentation

7.6.1.3. a tecnologia favorece também a democratização dos mercados e gera cidadãos capitalistas que investem no mercado global de ideias, talentos, produtos e outros tipos de capitais.

7.6.2. As tecnologias sociais levam uma série de condições e limitações que obrigam aos indivíduos a mudar sua forma de pensar e de atuar.

7.6.2.1. Em um mundo que existe YouTube, poderemos aguentar sentados a duração de um filme completo?

7.6.2.2. Uma mudança tecnológica a par da globalização, vai levar-nos a perder o nosso patrimônio cultural?

7.6.2.3. O que é necessário para a educação continuar ainda relevante em uma sociedade de "copiar e colar" onde as informações fluem livremente?

8. Assim surgiu também a industrialização da educação

9. Na sociedade 1.0 se interpretavam dados, o que conduziria a sociedade da informação

10. As empresas tinham estruturas fáceis de decifrar. Também, nas organizações havia postos de trabalho desconectados entre si.

11. SOCIEDADE 3.0

11.1. A sociedade 3.0 é a sociedade do futuro, talvez um futuro distante

12. A sociedade 3.0  transcende as vanguardas atuais, está impulsada por três agentes principais:

12.1. Mudança social e tecnológica acelerada

12.2. Globalização constante e redistribuição horizontal do conhecimento e das relações

12.3. Sociedade da inovação impulsada por knowmads (conhecimentos).

13. Kurzweil (1999) aponta a teoria que se conhece como Lei de Rendimentos Acelerados para referir-se ao processo evolutivo que leva a uma mudança tecnológica e social acelerada.

13.1. “O maior crescimento exponencial de ordem, maior aceleração do tempo.

13.2. o intervalo de tempo entre eventos significativos cresce menos com a passagem do tempo "

14. A medida que a tecnologia evolui, a sociedade também o faz (Morgan, 1877).

14.1. Porém, se prevê que esta mudança acelerada afete a capacidade dos seres humanos para predizer e imaginar o futuro.

14.2. a mudança tecnológica favorece a mudança social.

15. A constante globalização está permitindo que o conhecimento se distribua horizontalmente em âmbitos que até agora permaneciam incomunicáveis,

15.1. criando relações heterárquicas e proporcionando a possibilidade de que o conhecimento seja aplicado em contextos inovadores

15.2. No âmbito da aprendizagem, isto significa que todos nos converteremos em coaprendizes e também em coeducadores, como resultado da construção e aplicação coletiva de novos conhecimentos.

16. Os knowmads na sociedade 3.0

16.1. Um knowmad é alguém inovador, imaginativo, criativo, capaz de trabalhar com praticamente qualquer pessoa, em qualquer lugar e em qualquer momento.

16.2. Os knowmads tem a capacidade de voltar a configurar e contextualizar seu espaço de trabalho em qualquer momento.

16.3. Algumas habilidades para um Knowmad.

16.3.1. 1. Não está limitado a uma idade determinada.

16.3.1.1. 2. No só busca só o acesso a informação, procura utilizá-la aberta e livremente.

16.3.2. 3. Alfabetizado digitalmente, compreende como e por que funcionam as tecnologias digitales.

16.3.2.1. Aprendizagem permanente e para toda a vida (formal-informal).

16.3.3. Experimenta constantemente TIC (colaborativas).

16.3.3.1. . Não teme o fracasso.