Versos Áureos de Pitagoras

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Versos Áureos de Pitagoras by Mind Map: Versos Áureos de Pitagoras

1. Filosofia antiga

1.1. Filosofia antiga é o período compreendido entre o surgimento da filosofia e a queda do Império Romano.

1.2. A filosofia antiga nasceu de uma necessidade em explicar o mundo com explicações reais,O primeiro filósofo foi Tales de Mileto.

1.2.1. Originalmente hoje em dia, todas as áreas que hoje denominamos política faziam parte da História: expressão, no mundo geométrico, de um conjunto de saber nascido em decorrência de uma atitude.

2. Filosofia medieval

2.1. Na Idade Média, ocorreu um intenso sincretismo entre o conhecimento clássico e as crenças religiosas. De fato, uma das principais preocupações dos filósofos medievais foi a de fornecer argumentações racionais, espelhadas nas contribuições dos gregos, para justificar as chamadas verdades reveladas do cristianismo e do islamismo, tais como a da existência de Deus, a imortalidade da alma etc.

3. filosofia moderna

3.1. Filosofia moderna é toda a filosofia que se desenvolveu durante os séculos XV, XVI, XVII, XVIII, XIX; começando pelo Renascimento e se estendendo até meados do século XIX, mas a filosofia desenvolvida dentro desse período está fragmentada em vários subtópicos, e escolas de diferentes períodos, tais como:

4. filosofia do renacimento

4.1. A filosofia do renascimento cultural foi o período da história da filosofia na Europa que está situado entre a Idade Média e o Iluminismo. Ele inclui o século XV; alguns estudiosos estendem o seu começo a década de 1350 e o seu termo ao final do século XVI ou ao começo do século XVII, sobrepondo a Reforma e a Idade Moderna. Entre os elementos distintivos da filosofia do renascimento cultural estão o renascimento da educação e civilização clássica e um retorno parcial à autoridade de Platão sobre Aristóteles (que dominou a filosofia medieval).

4.1.1. Lista de filósofos famosos do Renascimento. Francesco Petrarca (1304–1374) Giovanni Boccaccio (1313-1375) Nicolau de Cusa (1401 – 1464) Lorenzo Valla (1405–1457) Marsilio Ficino (1433–1499) Pietro Pomponazzi (1462–1525) Paolo Ricci (1480-1541) Pico della Mirandola (1463–1494) Desiderius Erasmus (1466–1536) Niccolò Machiavelli (1469–1527) Copernicus (1473–1543) Thomas More (1478–1535) Francisco de Vitória (c.1480–1546) Ulrico Zuínglio (1484–1531) Juan Luis Vives (1492–1540) William Tyndale (1494 – 1536) Bernardino Telesio (1509 - 1588 Francesco Patrizi (1529–1597) Michel de Montaigne (1533–1592) Pierre Charron (1541 - 1603) Giordano Bruno (1548–1600) Francisco Suárez (1548–1617) Francis Bacon (1561–1626) Galileo Galilei (1564–1642) Tommaso Campanella (1568 – 1639) Charles de Bolvelles Hugo Grotius (1583–1645) Micheal Marcardies (1583–1646) René Descartes (1596-1650)