Sistema reprodutor masculino de cães e gatos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Sistema reprodutor masculino de cães e gatos por Mind Map: Sistema reprodutor masculino de cães e gatos

1. Uretra ( fica abaixo do osso do pênis)

2. Parte longa e o bulbo

3. Uretra

3.1. Uretra longa ocorre em gatos, com região pré-prostática, prostática e pós- prostática

3.2. Cães: a uretra não possui comprimento expressivo como o gato, sendo dividida em prostática e pós- prostática.

4. Glândulas sexuais anexas

4.1. Próstata

4.1.1. Cão: grande , globular, amarelada , situada na borda cranial do púbis, circundando o colo da bexiga e a uretra. Sulco mediano com dois lobos laterais.

4.1.2. Gato: parede ventral livre

4.2. Glândulas bulbouretrais

4.2.1. Ausentes no cão

4.2.2. No gato situam-se caudalmente à próstata

4.2.3. Tamanho de ervilha

5. Ducto deferente

5.1. Cão: ampolas estreitas

5.2. Gato: ampolas ausentes

5.3. Penetram na superfície crânio-dorsal da próstata

6. Funículo espermático

6.1. Componentes:

6.1.1. Artéria testicular

6.1.2. Veias testiculares

6.1.3. Vasos linfáticos

6.1.4. Nervos

6.1.5. Ductos deferente

6.1.6. Músculo cremaster

6.1.7. Camada visceral da túnica vaginal

7. Escroto

7.1. Cão: entre a região inguinal e o ânus (localização)

7.1.1. Conformação: rafe (septo); pele pigmentada com finos pêlos

7.2. Gato: ventral ao ânus ( localização)

7.2.1. Conformação: pêlos densos

7.3. Túnica dartos: é a camada subcutânea do escroto. Sua musculatura é lisa

7.3.1. Tem capacidade de se contrair ou de se estender de acordo com a temperatura corporal e ambiental .

7.3.2. Internamente, existe dois prolongamentos das membranas do peritônio. Chamados de túnicas vaginas ( parietal e visceral)

7.4. Tem um músculo chamado cremaster. Aproxima ou afasta a bolsa escrotal da cavidade abdominal .

8. Testículos

8.1. Envoltórios

8.1.1. Pele

8.1.2. Túnica dartos

8.1.3. Fascina espermética externa e interna

8.1.4. Folheto parietal e visceral da túnica vaginal

8.2. Canal inguinal

8.3. Deiscência testicular

8.3.1. Descida do testículo pelo canal inguinal

8.3.2. Quando essa descida não ocorre teremos um caso de criptorquidismo. Pode ocorrer por n motivos .

8.3.2.1. Comum em cães e cavalos.

8.4. Pequenos

8.5. Forma: redondo - ovalados

8.6. Eixo longo é oblíquo (dorsal e caudalmente).

8.7. Gatos: vental ao ânus (posição)

8.8. Cão: entre a região inguinal e o ânus ( posição).

8.9. Meios de fixação:

8.9.1. Ligamento próprio do testículo

8.9.2. Ligamento da cauda do epididimo

8.10. Epididimo

8.10.1. Têm:

8.10.1.1. Cabeça

8.10.1.2. Corpo

8.10.1.3. Cauda

8.10.2. É grande e convoluto

8.11. Vascularizaçao e inervação

8.11.1. Artéria testicular

8.11.2. Veias testiculares ( plexo pampiniforme)

8.11.3. Vasos linfáticos

8.11.4. Nervos ( plexo testicular)

9. Constituintes

9.1. Escroto

9.2. Pênis

9.3. Testículos

9.4. Sistema de condução e maturação de espermatozóides:

9.4.1. Epididimo

9.4.2. Ductos deferentes

9.4.3. Uretra

9.4.4. Glândulas anexas

9.5. Pênis

9.5.1. Prepúcio

10. Pênis

10.1. Tem:

10.1.1. Corpo

10.1.2. Raiz

10.1.3. Glande

10.2. Estrutura:

10.2.1. Glande do pênis com corpo cavernoso

10.2.2. Osso do pênis ( cercado pela glande do pênis)

10.2.3. Corpo esponjoso da uretra ( circunda o osso do pênis e a uretra )

10.3. Cão: caudal (posição)

10.4. Gato: cranial (posição )

10.4.1. Tem uma estrutura semelhante à espinhos por todo o pênis

10.5. Meios de fixação

10.5.1. Músculo bulboesponjoso

10.5.2. Músculo isquiocavernoso

10.5.3. Músculo retrator do pênis

10.6. Vascularizaçao e inervação

10.6.1. A. e veia peniana dorsal

10.6.2. A. pudenda externa e interna

10.6.3. Nervos pudendos e plexo pélvico

10.7. Prepúcio

10.7.1. Camada externa (pele)

10.7.2. Camada interna (fina e avermelhada )

10.7.3. Camada peniana

10.7.4. Ostio prepucial