Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Figuras de linguagem por Mind Map: Figuras de linguagem

1. Figuras de Som:

1.1. Onomatopeia: Representação escrita de um som.

1.1.1. Som de explosão: Boom.

1.2. Aliteração: Repetição proposital de consoantes reforçando a ideia transmitida.

1.2.1. Trava línguas: O pato pintou o prato de preto.

1.3. Assonância: Aliteração de vogais.

1.3.1. Rimas: Polo sul, meu azul, cor de luz, sentimento nu.

1.4. Paronomásia: Emprego de palavras com som e grafia.

1.4.1. Trocadilhos: A gente até dispenso a despensa.

2. São estratégias para causar certo efeito e/ou atenção no leitor de um texto.

3. Figuras de construção:

3.1. Anáfora: Repetição de palavras a fim de dar ênfase na ideia transmitida.

3.1.1. Não para! Não para! Não para não! Não para! Não para! Não Para não!

3.2. Apostrofe: Invocação/perguntar a seres reais ou imaginários.

3.2.1. Deus, ó Deus! Por que me abandonastes?

3.3. Assíndeto: Ausência de conector entre orações causando lentidão no ritmo.

3.3.1. Vim, vi, venci.

3.4. Polissíndeto: Colocação de conectores causando aceleração no ritmo.

3.4.1. Eu vim, eu vi, eu venci.

3.5. Elipse: Omissão de termos subentendidos.

3.5.1. Nunca corri tão rápido. (eu)

3.6. Zeugma: Omissão de termos ditos anteriormente.

3.6.1. Eu nunca corri tão rápido, ele nunca tão lento. (correu)

3.7. Hipérbato: Inversão sintática da oração(ões) do período.

3.7.1. Rapidamente se levantou desesperado. (se levantou rapidamente desesperado)

3.8. Pleonasmo: repetição da mesma ideia para realçá-la.

3.8.1. Subir para cima

3.9. Silepse: Concorda com a ideia mas não a forma. Possui três variações.

3.9.1. Variação: Pessoa

3.9.1.1. Eu ser alto

3.9.2. Variação: Números

3.9.2.1. Lutam muitos, vencem poucos.

3.9.3. Variação: Gênero

3.9.3.1. Vossa santidade erra.

4. Figuras de pensamento:

4.1. Perífrase: Substituição de nome próprio por qualidade.

4.1.1. A cidade luz maravilhosa cheia de vida. (Paris)

4.2. Antítese: Aproximação de ideias opostas, com um, dois ou mais sujeitos.

4.2.1. Vive como um morto, vive doente.

4.3. Paradoxo: Uma variação da antítese, que se refere com apenas um sujeito.

4.3.1. Vive como morto, viva como vivo.

4.4. Catacrese: Ocorre quando não há nome próprio para determinada coisa, surgindo da semelhança de tal coisa com outra já nomeada.

4.4.1. Dente de alho.

4.5. Gradação: Palavras ditas em sequencia criando um efeito cumulativo.

4.5.1. Eu te esperarei por dias, meses, anos e séculos!

4.6. Eufemismo: Troca de termos específicos para diminuir o impacto de certa oração

4.6.1. Minha tia bateu as botas. (bateu as botas)

4.7. Hipérbole: Troca de termos específicos para exagerar o impacto de certa oração

4.7.1. Eu te disse mil vezes!

4.8. Ironia: Dizer algo querendo através do contesto e tom de voz.

4.8.1. Como gostei desta cueca de aniversário!

4.9. Metáfora: Usa uma palavra no sentido figurado, não literal.

4.9.1. Você é um demónio!

4.10. Metonímia: Uso de uma palavra com sentido aproximado da ideia proposta pela oração

4.10.1. Você leu Machado?

4.11. personificação: Quando se atribui características humanas a seres inanimados, imaginários ou irracionais.

4.11.1. Aquela elfa tinha uma grande beleza.

4.12. Sinestesia: Quando se mistura diversas sensações em uma única expressão.

4.12.1. Aquela vida amarga e triste.