Estudos Epidemiológicos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Estudos Epidemiológicos por Mind Map: Estudos Epidemiológicos

1. Observacionais

1.1. Descritivo

1.1.1. Viés do pesquisador

1.1.2. Os individuos são altamente selecionados

1.1.3. Formulação de hipóteses

1.1.4. Doenças novas

1.1.5. Relato de casos: descrever doenças ou agravos em saúde não tão bem conhecidos

1.2. Analítico

1.2.1. Transversal

1.2.1.1. É o principal por ser mais realizado e é simples

1.2.1.1.1. Fator de risco, o que acontece no momento, aplicação de questionários, analise de exames, comportamento de saúde, aborda a situação naquele período, difícil distinção entre o tempo.

1.2.1.2. Fotografia da situação

1.2.2. Coorte

1.2.2.1. Duração de muitos anos

1.2.2.2. Fatores relacionados ao desenvolvimeto do evento

1.2.2.3. Estabelecer etiologia, origem e fatores de riscos

1.2.2.4. Estuda com ou sem exposição da doença, porém ainda não desenvolveram um feixe de interesse

1.2.2.5. Ajustar coorte das pessoas sem a doença

1.2.2.6. Estudo complexo e com maior preparo

1.2.2.7. Medir incidências da doença

1.2.2.8. Exclusão de casos subclínicos

1.2.2.9. Modo contínuo

1.2.3. Ecológicos

1.2.3.1. População ou grupos de pessoas

1.2.3.2. Estudo comunitário

1.2.3.3. Avaliação da prevalência de doenças

1.2.3.4. Rápidos e baratos conseguindo avaliar efeitos contextuais

1.2.3.5. Área geográfica definida

1.2.3.6. Não são individuais podem ter confusão nos resultados

2. Experimentais

2.1. Ensaio clínico Randomizado

2.1.1. Colheta de informações detalhadas

2.1.2. Determinação de efeitos farmacológicos

2.1.3. Controle através de voluntários humanos

2.1.4. Avaliação de segurança e eficácia de tratamentos ou intervenção contra doenças

2.2. Ensaio de Campo

2.2.1. Custo maior e longa duração

2.2.2. Coleta de dados da população geral

2.2.3. O alvo são pessoas livres de doenças e presumivelmente sob risco

2.3. Ensaio Comunitário

2.3.1. Conduzidos no contexto socioeconômico da população formada

2.3.2. Pesquisados através de comunidades

2.3.3. Apropiação de toda informção possível para melhor estratégia aos pacientes

2.3.4. Há dificuldade em isolar uma comunidadde

2.3.5. Estudos de Revisão

2.3.5.1. Não investigam de modo direto o individuo ou a doença, mas o conjunto de estudos

2.3.5.2. Revisão sistemática

2.3.5.2.1. Junção de informações importantes para resolução da questão relevante

2.3.5.3. Não-Sistemática

2.3.5.3.1. Resumo de estudos primários, métodos de pesquisa não padronizados